Como vender online na crise? Desvie dos prejuízos!

Como vender online na crise? Desvie dos prejuízos!

Como vender online na crise? Desvie dos prejuízos!

Entender como vender online é um passo muito importante para todo negócio, principalmente, considerando o atual momento de pandemia em que vivemos!

Possuir um mercado de vendas online é uma grande aposta, independente do tamanho ou segmento que o comerciante atua. Mas, será que tem espaço para todo mundo no digital? A resposta é sim! 

Em 2019, o e-commerce brasileiro faturou 61,9 bilhões, um aumento de 16,3% em relação ao ano anterior. E a cada dia que passa, podemos notar o crescimento constante e muito positivo nas vendas online. 

Já em 2020, mesmo com adversidades, o consumo online continua em movimento, e alguns setores, como o de supermercado e farmácias, estão em crescente ascensão.

Como vender online pode impactar os seus negócios? 

Vender online pode impactar os seus negócios através da novidade, criatividade e acessibilidade que esse tipo de comércio oferece, principalmente, no momento em que vivemos, onde as pessoas procuram pelos pontos citados acima.

Muitas empresas já se adaptaram ao “novo normal”, obtendo bons resultados. E você não pode ficar de fora.

Não deixe a crise balancear o seu negócio, veja esse momento como um novo desafio. Portanto, se pergunte: 

  • O que falta para começar a vender online? 
  • Como é possível otimizar essa estratégia? 
  • O time está preparado para o mundo digital? 
  • O cliente está confortável com o mundo digital? 

É fundamental entender se será preciso “educar” o seu público para comprar online, antes de revolucionar em suas estratégias.

Então, se você ainda não sabe como vender online na crise e quer se destacar no varejo, acompanhe nossas dicas!

5 dicas de como vender online:

Entender como vender online é uma das melhores formas de otimizar a rentabilidade do seu negócio. Por isso, dedique-se e estude sobre esse tipo de venda.
Entender como vender online é uma das melhores formas de otimizar a rentabilidade do seu negócio. Por isso, dedique-se e estude sobre esse tipo de venda.

Todas as dicas aqui mencionadas foram elaborados a partir de análises de mercado, uma vez que empresas que adotaram esse formato, contam com um sucesso internacional, por exemplo a amazon, que é somente online, ou a Magazine Luiza, que além de online, conta com uma loja física!

Antes de iniciar suas vendas no varejo online você precisa:

  • Entender seu nicho de mercado;
  • Analisar quais estratégias funcionam melhor para o seu negócio;
  • Compreender profundamente a sua marca;
  • Reconhecer seus concorrentes.

Assim, tente refletir sobre quais são as suas possibilidades, como esse negócio funcionará a curto, médio e longo prazo, e o mais importante, trace seus objetivos. 

Feito isso, vamos as dicas!

1. Analise dados comportamentais da loja

Realize análises do seu público, conheça suas dúvidas, dores e dê a eles soluções! A partir dos dados comportamentais da sua loja, você poderá elaborar uma estratégia certeira, podendo atingi-lo através de uma segmentação, portanto, saiba como se comunicar. 

Por exemplo, em época de pandemia é essencial utilizar a comunicação correta, por isso, reconheça qual a melhor forma de se comunicar com o cliente, ele busca algo mais informativo? Seguro? mostre para ele que a sua marca está presente para ajudá-lo! 

Na hora de considerar os dados, vá além de sexo e idade do público alvo, busque informações ainda mais precisas: onde está o seu target? Quais são os seus hobbies? Existe um padrão de compra online? 

Faça testes, seja criativo, principalmente em pandemia, observe as ações dos seus leads e monitore constantemente. Trabalhando uma segmentação correta você consegue se aproximar do seu target, aumentando o valor da marca.

Acompanhamento

Toda boa estratégia é acompanhada de monitoramento constante! 

Acompanhar os resultados da segmentação, permite que você analise as reações do lead e entenda o que está funcionando, se a segmentação está satisfatória e o que é possível melhorar.

Acompanhe constantemente e, se puder, tenha uma equipe somente dedicada ao monitoramento real time dos seus projetos online. 

Para entender como vender online é fundamental compreender o que funciona para a sua marca, seja na segmentação, na comunicação ou na oferta dos produtos.

2. O que vender e quando vender?

Se você já tem uma marca consolidada, então, é preciso entender qual nicho a sua marca se encontra e como funciona esse setor ao longo do ano. 

Dessa forma, faça as seguintes perguntas:

  • Existem datas sazonais que aumentam ou diminuem as vendas?

Lembre-se que, em determinado período, você pode produzir em menor escala ou trabalhar com ofertas especiais para determinados produtos. Novamente, use sua criatividade.

Agora, por exemplo, é o momento para isso! Realize algumas campanhas de proteção de dados, ofereça ofertas e descontos especiais.

  • Como a venda online funciona para a sua marca?

O mercado online é um espaço muito amplo, e por isso, você pode se diferenciar e acabar se destacando!

Se o seu produtos são roupas, insira tabela explicativa sobre os tamanhos, ou combinação de peças para diferentes ocasiões. Se vende eletrônicos, você pode ter explicações técnicas e exemplos que mostrem as funcionalidades do produto, informando o quanto ele pode ser útil para Home Office, por exemplo.

  • Especificamente, na situação atual, como está a rotina do nicho?

Tendo em vista que nos dias atuais não podemos sair de casa, a marca que se torna online e devolve a oportunidade de compras e buscas ao cliente, acaba se destacando! Por isso, a rotina do seu nicho pode ser ainda mais produtiva nessa época. 

Adapte-se e realize essas vendas da forma mais acessível e segura ao seu consumidor!

Algumas mudanças como a inserção da sua marca no mundo digital é algo que não deve mais ser pensado para o futuro ou como uma tendência, é uma necessidade real. 

3. Reativação de clientes inativos ou antigos

Já tem seu negócio online mas percebeu que alguns clientes estão sem interagir com a sua marca? É hora de reativá-los! 

Primeiro, é importante determinar um período sem interações para entender se aquele cliente está realmente inativo, se não tem mais interesse na marca ou se a sua comunicação não está mais chamando a sua atenção. 

Você pode entender um pouco mais sobre isso no nosso ebook sobre jornada do consumidor!

Depois disso, faça alguns testes e entenda em qual situação esse lead encontra-se, ofereça condições especiais e seja próximo.

Opte por ferramentas que te ajudem no processo de reativação desse lead, como a All iN, que possui uma área específica para reengajar usuários, trabalhando com réguas de disparo por tempo de inatividade, por exemplo.

4. Utilize o marketplace

Uma ótima oportunidade para quem quer entender como vender online, é experimentar as vendas a varejo através de marketplaces. Os sites, bastante famosos, ajudam pequenas e grandes empresas nas vendas online.

Ao utilizar um marketplace em seu negócio, você capta não somente o alcance da plataforma, mas também as facilidades e benefícios, como sistema de entrega, diversas formas de pagamento disponíveis e regras de utilização para compradores e vendedores.

Além disso, as ferramentas normalmente são intuitivas, fáceis de utilizar e ajudam a sua marca a captar interessados de forma mais simples. Procure saber e conheça os benefícios!

Mas, o que evitar na venda online?

Você sabe como vender online, agora, deve compreender também o que é preciso evitar.
Você sabe como vender online, agora, deve compreender também o que é preciso evitar.

Como todo negócio, as vendas no varejo online também possuem imprevistos e incidentes, então, é preciso que você saiba como evitar qualquer risco desnecessário.

Menosprezar o digital

Não é porque é online que pode ser feito de qualquer jeito, certo? O digital também demanda muito trabalho, mas de um jeito diferente do offline!

Para entender como vender online e fazer isso da melhor forma possível é  necessário, por exemplo, provar ao seu consumidor que o produto é tão compatível ao que ele está vendo no site, e isso não é tão fácil.

Segundo uma pesquisa realizada pela NZN Intelligene, 74% dos consumidores preferem comprar online a lojas físicas, então é preciso se adaptar a essa nova modalidade de venda. Sendo assim, reveja suas estratégias e comece a encarar o desafio digital como uma ótima oportunidade de negócio.

Ter foco

Possua sempre um foco de venda. O que ofereço ao meu consumidor, ou o que é a cara da minha marca? Estabeleça este produto, e se especialize nele! Depois, você pode ousar e querer vender outras coisas que colaborem com a sua marca.

É importante ter um nicho de mercado e entender verdadeiramente da área de atuação. Quem tenta vender tudo, pode soar desesperado e superficial em todos os segmentos.

Empatia e cuidado

É essencial mostrar empatia, valor e cuidado com o seu consumidor, tanto agora, 

como todas os dias, independente do que vivemos! 

Às vezes pode ser difícil personalizar as comunicações, saber ouvir as queixas e lidar com reclamações e críticas. Se você notar esse tipo de dificuldade, o indicado é que contrate profissionais e/ou empresas para te auxiliar nessa parte fundamental da venda online.

Lembre-se: a boa experiência do cliente pode fazer o seu negócio decolar, e convenhamos que a qualidade no pós venda é fundamental para uma boa experiência!

Falta de divulgação

Esse é mais um dos cuidados que você deve se atentar se quer entender como vender online.

A internet é gigante, cheia de possibilidades de venda e crescimento, mas nada acontecerá se você não divulgar seu negócio da forma correta. Para isso é preciso muita dedicação!

Desta forma, o marketing multicanal é uma das melhores opções, pois, atua em diversas frentes e consegue atingir seus leads onde eles estiverem, mas você também pode optar por estratégias separadas para entender o que funciona melhor com o seu público. 

Por vezes, também será necessário que você invista em mídias paga, como os anúncios no google.

Essas são algumas dicas do que fazer – e não fazer – para iniciar suas vendas no varejo online. É importante ressaltar que todo o planejamento e processos que são necessários no comércio offline, também são úteis para o onlline.

A mudança é no canal que você venderá, mas também é importante se preocupar com logística, fluxo de caixa, giro de estoque, qualidade dos produtos, atendimento personalizado e que o cliente tenha uma boa experiência com a sua marca.

Esperamos que tenha gostado das dicas de como vender online. Agora é só começar o seu negócio! 

Se precisar de ajuda com serviços digitais, automação e ferramentas que auxiliem no seu dia a dia, conte sempre com All IN!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *