Entenda o que é usabilidade e melhore a UX do seu sistema! | Blog All iN

Entenda o que é a usabilidade e por que ela é indispensável!

Na imagem, temos desenvolvedores utilizando um computador e discutindo a usabilidade de um aplicativo.

 

A usabilidade, nada mais é que o diálogo simples e prático da interface de um sistema com o usuário. Ou seja, a ferramenta permite que o consumidor consiga utilizar o site de forma intuitiva, eficiente e produtiva sem maiores problemas.

Segundo a norma ISO 9241, a usabilidade refere-se a capacidade de um sistema oferecer ao usuário a realização de tarefas com efetividade, eficiência e satisfação:

 

Eficácia: é preciso que o usuário consiga realizar as tarefas que deseja de forma completa e certa, conforme o planejamento visa.

Eficiência: refere-se aos recursos empregados para alcançar a eficácia. Aqui pode-se considerar tempo, dinheiro, produtividade ou até memória.

Satisfação: qual o nível de conforto que o usuário sente ao utilizar a sua interface? Essa comodidade também deve ser levada em consideração para possibilitar uma boa experiência do cliente junto à marca.

 

Quer saber mais sobre o assunto? Neste artigo, você saberá o que é usabilidade e por que empregá-la tornou-se uma estratégia fundamental para todos que trabalham com marketing digital, comércio eletrônico e páginas da web. 

Vamos lá?

 

Os benefícios da usabilidade

 

Um fluxograma sobre os benefícios da usabilidade: facilidade, menos erros, marca na cabeça, produtividade e satisfação.

 

Empregando a usabilidade em seu produto ou negócio, você conta com ao menos 5 benefícios fundamentais para seus visitantes, usuários ou clientes, como:

 

1. Facilidade 

É fundamental que o seu sistema seja fácil e intuitivo para o consumidor. Lembre-se que quem vai utilizá-lo não é o programador ou um analista da sua empresa, então é preciso que o sistema funcione de forma prática para que todo o tipo de cliente consiga realizar as ações que deseja sem maiores problemas. Caso contrário, os índices e a imagem da empresa podem ser prejudicados.

 

2. Menos erros

Se o sistema é fácil de utilizar, consequentemente a taxa de erros será menor, ou seja, os clientes tomarão suas decisões por vontade própria e não por algum incidente que aconteceu no percurso. Assim, ao coletar dados de uso, eles serão facilmente analisáveis e, com certeza, mais confiáveis.

 

3. Marca na cabeça

Com um sistema prático e objetivo, o cliente conseguirá memorizar sua marca e a interface do seu sistema. Assim que ele entrar em seu site, já saberá o que precisa fazer para concluir determinada ação. 

Dessa forma, é possível ajudar diminuindo a burocracia ao realizar ações, facilitando os processos e, consequentemente, melhorando a experiência do consumidor com a sua marca.

 

4. Produtividade

Trabalhando com usabilidade, você evita que o cliente desperdice tempo procurando soluções para o que deseja resolver e foca para que ele utilize seu tempo com o seu produto e/ou serviço e interaja ainda mais com a sua marca.

 

5. Satisfação

Evidentemente, a usabilidade melhora a satisfação dos clientes. Isso porque a interface o ajudará a fazer o que precisa enquanto ele estiver navegando em sua página.

 

Uma programadora trabalhando com a usabilidade em um código.Sem nenhum tipo de burocracia, você pode entregar um produto que garanta sua autoridade na área, gerando mais confiança, segurança e credibilidade à sua marca.

 

Esses são alguns dos pontos principais para aderir a usabilidade em sua estratégia e mudar a experiência do seu cliente em sua plataforma.

Mas lembre-se, para entender o que funciona melhor com o seu público, é preciso compreender o que eles esperam da sua marca. Por isso, é interessante realizar pesquisas de opinião e colher feedbacks para conseguir chegar o mais próximo possível das necessidades dos seus clientes.

Essas opiniões dos consumidores podem ser captadas através de formulários, pesquisas na redes sociais, e-mail marketing e o que mais for efetivo para o seu público. Estude o seu consumidor, entenda onde ele está e vá atrás dele para descobrir o que ele de fato precisa. 

Não esqueça de caprichar na segmentação para conversar com as pessoas certas!

 

Benefício bônus: aumentando a conversão com usabilidade

 

Além de todos os benefícios que já mencionamos aqui, empregando a usabilidade, consequentemente você aumentará suas conversões, mesmo que esse não seja o indicador principal para isso.

É importante contar com estratégias que possibilitem alavancar suas vendas, melhorar seus índices e contribuir para o bom funcionamento da empresa, com um estímulo maior para os funcionários e um bom giro de estoque, certo?

Quando pensamos “o que é usabilidade?”, devemos associar a estratégia à experiência do cliente, que é o ponto mais importante para quem trabalha com público, principalmente no momento em que vivemos, em que os clientes têm ainda mais voz, liberdade (e opções) de escolha. 

Que tal trabalhar para alcançar um bom relacionamento com o consumidor? Trazendo excelência à experiência do seu consumidor, todos os outros indicadores poderão funcionar bem. Um cliente satisfeito compra, indica, é fiel, recomenda e faz até propaganda, se realmente tiver uma experiência incrível.

 

Como melhorar a usabilidade do meu site?

 

Para implementar a estratégia em seu negócio, você deve entender que o projeto é extenso e um pouco complexo, mas nada que um bom planejamento não alcance.

Ao decidir que você precisa implementar ou melhorar a usabilidade da sua página na web, trace um planejamento estratégico e converse com as pessoas envolvidas sobre como a ferramenta funcionará. 

Se essa é a primeira vez que você lidará com esse tipo de tecnologia, o processo tende a ser um pouco mais difícil do que quem deseja apenas aprimorar a usabilidade da página. Ainda assim, o esforço valerá a pena para aperfeiçoar a experiência do seu cliente.

Converse com analistas, programadores, time de marketing e vendas e entenda o que é necessário para contribuir com a experiência do seu cliente, entenda o que os visitantes esperam, o que é viável para sua marca e o que é possível fazer dentro do seu site.

Desenvolva um planejamento que atenda desde o desenho do site, até o desenvolvimento e a fase de testes.

 

Na imagem, temos pessoas pensando a usabilidade, escolhendo qual a paleta de cores que melhor combina com o sistema que estão desenvolvendo.Ao aplicar a usabilidade em seu site, é importante acompanhar de perto se o planejamento está sendo seguido, conforme o que foi desenhado.

 

Dentro desse planejamento, você também pode incluir novas ferramentas que contribuem ainda mais para melhorar a usabilidade e facilitar a utilização de qualquer usuário.

Você pode experimentar tipos diferentes de funcionalidades, como: 

 

  • Guias rápidas de ajuda que explicam algum processo em específico que o cliente pode ter dúvida;
  • Um FAQ com as perguntas mais frequentes;
  • Chatbots que estão sempre online e podem tirar dúvidas de forma rápida e eficiente;
  • Atendentes online dentro de um período de tempo preestabelecido (podem ser mais eficientes, em caso de dúvidas mais complexas).

 

Além disso, é possível trazer opções como vídeos explicativos ou tutoriais que especificam atividades que requerem maiores explicações. É interessante que você procure por opções que atendam melhor não apenas a sua empresa, mas também o seu público.

Essas funcionalidades enriquecem a atividade do usuário, são rápidas e podem ter um bom custo benefício, considerando o ROI que podem gerar.

Uma dica valiosa é colocar diversas pessoas para testar a usabilidade do site. Para isso, você pode armazenar e analisar feedbacks. Assim, será possível entender ainda mais o que é funcional para a interface e saber o que e como fazer para realizar determinadas ações que melhorem ainda mais todos os processos.

 

As regras da usabilidade

 

Na imagem, temos as 5 principais regras da usabilidade: 1. seja simples e objetivo; 2. fale a mesma língua que o seu cliente; 3. deixe o usuário livre para escolher; 4. saiba lidar com os erros; 5. dê retorno ao cliente.

 

Para que o seu site ou sistema esteja sempre de acordo com as boas práticas de usabilidade, é preciso seguir as seguintes regras:

 

1. Seja simples e objetivo

A interface precisa ser intuitiva e simples de usar. O usuário deve achar o que precisa, na hora que precisa e como precisa, então capriche na objetividade, sem perder sua identidade visual, utilizando bons elementos gráficos, que chamam a atenção de forma criativa.

 

2. Fale a mesma língua que o cliente

Em qualquer estratégia de marketing é fundamental que você fale a mesma língua que o cliente. Ou seja, você precisa saber quem é o seu público e como ele se comunica. Não adianta aplicar diversos termos técnicos se o seu público não vai entender o que você quer dizer. 

Estude, observe e seja assertivo ao usar terminologias.

 

3. Deixe o usuário livre para escolher

É fundamental que o cliente saiba como sair daquela página no momento em que desejar. Utilizando essa estratégia, além de facilitar a jornada do seu cliente na página, você o coloca no comando, mostrando que as ações só serão processadas quando e como ele quiser.

 

4. Saiba lidar com os erros

É melhor prevenir para que os erros não ocorram, mas caso algo diferente venha a acontecer, apresente uma mensagem clara explicando o que deu errado no processo. 

Nesse momento, esqueça os códigos e a culpa, seja claro e informe qual foi o erro e como ele pode ser resolvido de maneira simples, sem complicar a vida do usuário.

 

5. Dê retorno ao cliente

Ao acessar um site ou usar uma ferramenta, o usuário gosta de estar no controle da situação e saber sempre o que está acontecendo. Então é essencial que você dê retornos periódicos enquanto ele navega em sua página. 

Lembre-se de informá-los se o site ou sistema está processando um pagamento ou se, por exemplo, um download está sendo feito. Não o deixe esperando por uma resposta que ele não sabe se vem. Atualize o seu consumidor constantemente.

 

Essas são algumas dicas ou regras essenciais para saber como usar a usabilidade dentro da sua página, de acordo com o que o seu cliente espera. 

Durante o processo, você perceberá ainda mais informações vindas do seu visitante, por isso, fique sempre atento ao retorno dos usuários, de acordo com a experiência que estão tendo.

Para entender melhor a usabilidade e o que pode ser melhorado durante o percurso, você ainda conta com ajuda extra. Existem alguns sites que te ajudam a entender as regras, diretrizes e o que deve ser alterado para contribuir com a experiência do usuário. 

Experimente conhecer a lista de Jakob Nilsen, criador das “Heurísticas de Nielsen” e o site Good UI. Ambos são especializados em usabilidade e podem ajudar muito nesse processo.

Se você trabalha com tecnologia e marketing, em geral, já deve saber que não dá para fugir das atualizações constantes do mundo digital, não é mesmo? 

Agora que você entendeu melhor o que é usabilidade e como ela funciona, atualize-se e fique ainda mais ligado nessas e outras mudanças! Em nosso blog, você pode acompanhar todas as novidades que rodeiam aquilo que envolve o seu negócio no mundo digital. 

Se ficou com alguma dúvida, conte conosco para o que precisar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *