Escrito por 11:10 Sem categoria

Você sabe o que é API e como ela funciona? Entenda!

Um programador trabalhando com API

API (Application Programming Interface) em tradução livre “Interface de Programação de Aplicações”, é definida como um conjunto de rotinas e padrões de programação que possibilitam o acesso a um aplicativo, software ou plataforma baseada na web.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste artigo, vamos falar sobre o que é API e quais são os benefícios em utilizá-la, seja em seu website, app ou plataforma. 

Boa leitura!

 

O que é API?

 

Em poucas palavras, a API é uma integração de sistemas, ou um conjunto de padrões de programação que pode ser utilizada por qualquer tipo de negócio. Ainda assim, quando falamos sobre o que é API, poucas pessoas têm conhecimento, por se tratar de algo técnico. Isso acontece porque essa interface é invisível ao usuário comum que vai utilizar o sistema.

Obviamente, os profissionais da área têm conhecimento profundo sobre a tecnologia de programação de sistemas e websites, estando aptos a organizar o código e integrar sistemas com APIs fornecidas por diversas fontes.

Mas o que é exatamente essa integração e como ela funciona?

 

Vamos a um exemplo prático:

 

Imagine que você está procurando algum restaurante para sair com os amigos. Ao pesquisar no Google, você acessa o website de um restaurante legal. Na página do estabelecimento, você identifica uma aba “localização”, na qual encontra um mapa do Google Maps, informando o melhor caminho para chegar até o local. 

Basicamente, o procedimento realizado pelos desenvolvedores foi possível por meio de uma API, na qual utilizaram o código do Google Maps para adicioná-lo em um local estratégico no website.

 

Uma programadora aplicando uma API em seu website.A integração entre sistemas distintos só pode ser feita através de uma API.

 

Se ainda não ficou totalmente claro, não se preocupe. Vamos a outros exemplos: 

 

  • Em alguns sites, temos a opção de utilizar nossas contas do Facebook ou do Google para acelerar ou até mesmo pular o momento do cadastro. Essa é uma outra facilidade que só é possível por meio das APIs que esses sites disponibilizam.
  • O Google Analytics é indispensável para um Marketing Digital eficiente, certo? Nele, todos os dados do seu sistema são analisados, codificados e aparecem para você de forma simples, com apenas alguns cliques. Essa praticidade só é possível através da API fornecida pelo Google.

 

Sem que você tenha que se preocupar com as métricas, de um ponto de vista técnico, os dados serão processados, catalogados e organizados. Ou seja, não há a necessidade real para que o usuário compreenda tecnicamente como o sistema funciona. Basta conectar o site a uma API e o sistema faz todo o resto sozinho!

Se você trabalha com e-mail marketing e o seu cliente clicou em “receber newsletter”, automaticamente suas novidades podem ser enviadas ao e-mail dele a partir deste momento, certo? Certo! E isso acontece graças a alguma API atuando naquela página. 

A tecnologia capta o e-mail do usuário do seu sistema e cadastra esses dados diretamente na plataforma de disparo de e-mails, fornecidas por um sistema terceiro. E ainda é possível catalogar o e-mail de seus usuários em categorias e subcategorias para criar e automatizar réguas de relacionamento!

 

Os principais benefícios da API

 

As APIs são muito valiosas para qualquer sistema de sucesso, afinal, dificilmente um sistema conseguirá nutrir todas as suas necessidades por si só. Além disso, é uma maneira econômica de enriquecer o sistema, uma vez que não haverá necessidade de escrever códigos para realizar tarefas já fornecidas por outros sistemas.

Para facilitar, listamos os principais benefícios da API:

 

Mais segurança 

 

Você sabia que os bancos utilizam essa tecnologia? Isso porque a API pode criar uma espécie de barreira, não permitindo que qualquer informação acesse o conteúdo que está protegendo. Somente através de um conjunto de informações específicas e definidas pela empresa é possível conseguir o acesso. 

Os sistemas de pagamentos, por exemplo, também são feitos por meio de APIs, onde um sistema envia os dados de compra de um usuário, como:

 

  • Número do cartão de crédito;
  • Nome no cartão;
  • Código de segurança;

 

A partir disso, ele retorna o status da transação (efetuada, cancelada, não aprovada), ou até mesmo para gerar um boleto válido de um banco. A tecnologia garante a segurança que o seu negócio precisa sem ter que se preocupar com padrões e normas complexas.

 

Acompanhamento constante

 

Se você trabalha com dados bancários ou um e-commerce, por exemplo, precisa fazer um acompanhamento regular dos acessos e alterações dentro do seu sistema, certo? 

Utilizando uma API você consegue ter esse controle de como, quando e por quem a tecnologia foi utilizada.

 

Maior visibilidade

 

Muitas APIs de mercado conseguem fazer que seu site tenha um melhor rankeamento em sistemas de busca de forma orgânica.

 

Monetização

 

Usando APIs privadas, você consegue monetizar informações de acordo com as condições que sua empresa determinar. 

Um exemplo disso é o sistema de Ads do Google e YouTube, que permite incorporar propagandas terceiras em seu site, sistema ou vídeos. Dessa forma você pode faturar por meio dos cliques e visualizações de anúncios.

 

Enriquecimento da Informação 

 

Você já deve ter acessado diversos sites e blogs que fornecem informações como:

 

  • Previsão do tempo;
  • Feed de notícias da página do Facebook;
  • Permitem comentários;
  • Quantidade de curtidas;
  • Tweets e compartilhamentos. 

 

Além de diversas outras informações. E tudo isso com uma implementação muito simples graças ao uso de diversas APIs de sistemas diferentes. 

 

Mas tome cuidado!

 

Em algum ponto, o uso exagerado de diversas interfaces pode atrapalhar seu tráfego e deixar seu site mais lento, poluindo o visual do sistema e atrapalhando a experiência do usuário.

 

Somente o necessário

 

Imagine a quantidade de serviços de corporações como Google, Facebook, LinkedIN e Twitter fornecem por meio de APIs. Somente do Google aposto que você já pensou em pelo menos umas três. Para utilizar qualquer API de qualquer uma dessas empresas, seria preciso importar para o seu sistema todo o código deles. 

Graças ao uso flexível de APIs, você importa para seu site ou sistema somente o que precisa. Isso significa que ao criar um cadastro no seu site utilizando o Facebook, por exemplo, você usa somente a API necessária para executar esta tarefa, sem a necessidade de importar códigos ou fazer conexões desnecessárias.

 

Usabilidade

 

A utilização da tecnologia melhora consideravelmente a usabilidade do usuário, isso porque a integração feita melhora a navegabilidade e facilita o uso da interface pelo consumidor. 

Neste quesito, também é possível considerar o uso de “heat maps”, sistemas que criam um mapa de calor do seu site. Ele mostra as áreas mais clicadas e os locais onde o mouse do usuário mais é apontado, facilitando também o seu trabalho para identificar as necessidades, interesses e hábitos do seu cliente.

Você já deve ter percebido que o uso de APIs é muito frequente dentre todos os sites que você frequenta, não é? Facebook, Google, Uber, sites de hotéis, e-commerces, operadoras de créditos e uma infinidade de sistemas utilizam as facilidades que a tecnologia oferece, por isso, é fundamental entender o que é API e como utilizá-la em seu negócio.

Afinal, se você quer estar atualizado com as tendências digitais, precisa acompanhar as transformações constantes e, se quer melhorar a experiência do usuário dentro do seu sistema, o uso das APIs é fundamental.

 

Uma equipe de programadores trabalhando na aplicação de uma API em um sistema.A API também possibilita a análise de dados de navegação e tráfego, ajuda na compreensão do seu usuário e possibilita que a sua equipe tome decisões mais assertivas.

API web

 

Você já sabe o que é API, então aproveite para descobrir também sobre a API web:

A diferença está na arquitetura do sistema, enquanto uma API normal trabalha com o sistema operacional como base, ou seja, utiliza recursos considerados simples de forma individual, sem precisar usar o sistema inteiro e, assim, poupar recursos e espaço, como: 

 

  • Gerar abas;
  • Minimizar e maximizar janelas;
  • Ajuste de brilho;
  • Acessar GPS. 

 

Entre muitos outros recursos. A API Web trabalha com outro tipo de padrão. Os dados são enviados e consumidos, em geral, utilizando o protocolo HTTP que é o mais comum em desenvolvimento web, sendo utilizados formatos como XML ou JSON.

Em outras palavras, com a API Web, você consegue integrar e conectar diversos outros sistemas e aplicativos sem que o usuário que está navegando no site principal perceba. Como já citamos aqui, as redes sociais são grandes cases de API web.

Se você trabalha com e-commerce, você pode não saber, mas com certeza já conta com APIs, sabia? A maioria das funcionalidades dependem disso. Por exemplo: 

 

  • Pagamento online pelo PayPal, PagSeguro ou alguma das outras diversas ferramentas disponíveis;
  • Cálculo do frete da entrega direito da página;
  • Integração com os Correios ou transportadoras.

 

Essas e muitas outras funcionam em seu site porque as APIs estão integradas e funcionando em harmonia. 

E apesar do conhecimento sobre programação ser importante, este não é um item completamente obrigatório para o uso de APIs. Muitos CMSs atuais como JOOMLA, WordPress, Open Cart, Wiki e muitos outros possuem interfaces visuais para a instalação de APIs em seu site ou sistema. 

Com alguns cliques, por exemplo, é possível conectar seu blog do WordPress com o Google Analytics ou com sistemas de disparos de e-mail marketing. 

Sabe os plugins que tanto amamos? Se você os utiliza em seu sistema, foi graças as APIs que eles foram integrados.

Ao usar esses serviços de terceiros, você consegue reduzir custos, ganhar agilidade, melhorar a usabilidade do seu site, acompanhar todo o histórico de navegação e tráfego e ainda proporciona uma experiência incrível ao seu cliente.

Isso porque, com essa facilidade, o seu cliente perde menos tempo fazendo o que a API faz por ele e consegue se dedicar ao que de fato precisa. Ou seja, você tem mais uma oportunidade de conquistá-lo. Para isso, é preciso estar atento às ações do consumidor e entendê-lo. 

Ao contar com estudos sobre o seu público, um acompanhamento de relatórios e investir em uma segmentação altamente assertiva, é possível atrair quem realmente está interessado em seu produto e/ou serviço. e, muito provavelmente, passará um tempo considerável navegando em sua página.

E aí, gostou de saber um pouco mais sobre o que é API e como utilizá-las? Esperamos que sim! Dependemos profundamente dessas tecnologias para qualquer negócio de sucesso. Com o uso estratégico de funcionalidades, é possível entender e conquistar clientes de forma efetiva e saudável.

Quer saber mais sobre ferramentas e funcionalidades para impulsionar o seu negócio? 

Entre em contato conosco!

Sharing is caring!

(Visited 80 times, 1 visits today)
Última modificação: 30 de outubro de 2020
Fechar
shares