Escrito por 08:56 Estratégias

Crie seu programa de fidelidade em poucos passos

Imagem de uma mulher e um homem negros, lado a lado, com as mãos em formato de concha encostada no lado esquerdo do peito em alusão ao coração e como funciona um programa de fidelidade

Quem faz disparo de e-mail marketing, possui cadastro em diversas empresas concorrentes ou de diversos segmentos, para ver o que está rolando no mercado. 

Mesmo buscando entender quais estratégias os concorrentes têm, há um ponto que não fica visível na análise, mesmo que você seja considerado o usuário ativo para as réguas de e-mail: o programa de fidelidade das marcas.

Os programas de fidelidade têm como foco mostrar para os clientes que eles são especiais por serem fiéis à marca e, em troca, os mesmos ganham vantagens perante o restante dos clientes “normais”.

No texto de hoje vamos falar sobre como criar um programa de fidelidade da sua marca e engajar os seus clientes usando a segmentação do público-alvo de base e de comportamento dos seus clientes no e-commerce. 

Confira!

O que é um programa de fidelidade?

Um programa de fidelidade é um sistema de recompensas que são oferecidas ao consumidor em troca da preferência por usar os produtos ou serviços de uma determinada marca. 

Resumindo, o programa de fidelidade representa uma troca justa que traz vantagens para ambos os lados: desde uma cartela de carimbos em uma sorveteria até vantagens em cartões de crédito, crédito em passagens de avião, entre outras. 

Criando um programa de fidelidade

imagem vetorizada nas cores laranjas e azul, com uma mulher pequena na frente de dois presentes em tamanho gigante

Crie um programa de fidelidade eficiente e acompanhe os resultados com as soluções All iN

Agora que você entendeu o que é programa de fidelidade, vamos colocar a mão na massa e entender como criá-lo.

Qual é o seu modelo de negócio?

O primeiro passo para criar um programa de fidelidade é observar o seu modelo de negócio. Se a sua loja vende apenas sofás, por exemplo, talvez seja mais complicado criar um, pois estes itens não são comprados com recorrência menor do que 4 ou 5 anos. 

Mas, se a sua loja vende sofás, almofadas e itens de decoração diversos, existe a possibilidade de fidelizar o cliente oferecendo vantagens nos itens que podem ser comprados com maior frequência.

Escolhendo o validador

Após entender a frequência de compra dos itens da sua loja e a confirmação de que faz sentido, você pode começar um programa de fidelidade, definindo qual será o validador que mais se enquadra no programa ou não.

Seus clientes podem apenas se inscrever e participar do programa de fidelidade por querer, ou entrar no programa por ser um cliente que compra com frequência. Além disso, ele pode ser também um cliente com ticket médio elevado ou um cliente ativo nas suas campanhas

Veja qual validador será utilizado para o seu clube de fidelidade e não se esqueça de equilibrar a quantidade de membros, com o que você dará em retorno para os clientes.

Escolhendo a recompensa

Você já decidiu qual será o validador, mas, afinal, qual será a recompensa dos clientes que participarem do programa de fidelidade? 

Separamos algumas sugestões que são muito utilizadas nesse tipo de ação:

  • Descontos;
  • Sistema de pontos para troca de brindes ou vantagens;
  • Vantagem no lançamento de produtos;
  • Produtos personalizados;
  • Brindes;
  • Frete grátis ou com desconto.

Crie uma campanha

Bom, o programa de fidelidade já está pronto, agora, é preciso que seus clientes saibam que ele existe, por isso, crie uma campanha com um nome que desperte a curiosidade de interesse do público em participar.

É importante também que sua campanha mostre que seu programa de fidelidade se distinga dos outros inúmeros do mercado que os consumidores já fazem parte. Para isso, invista em um nome de campanha que possa explicar o que o cliente irá receber, seja um desconto, dotz, brindes, etc, permitindo que ele se sinta parte do programa. 

Dados para achar clientes mais fiéis

Para montar um ótimo programa de fidelidade é importante ter todos os dados, veja a seguir como a All iN pode te ajudar

Se o seu programa de fidelidade já está pronto, é preciso encontrar maneiras de fidelizar clientes.

Independente da forma de cadastro dos clientes no programa de fidelidade, seja por valor/frequência de compra, seja ele aberto a quem quiser participar, divulgue essa novidade na sua base em campanhas que sejam apenas para falar sobre isso ou de forma discreta, através de banners nos seus envios “normais”.

Dessa forma você incentiva os clientes que ainda não estão nessa fase a entrarem no sistema, comprando mais ou apenas demonstrando interesse no tema.

Como valorizar os clientes usando dados

Após começar o programa de fidelidade, mostre aos seus clientes que eles são importantes e por isso estão nessa ação.

Dados valem mais do que mil palavras! 

Então, aproveite os dados que as segmentações e o histórico do seu cliente podem te dar e mostre que eles são importantes com números que evidenciam a interação deles com a sua marca. Esses dados ainda podem ser utilizados para definir quem entra ou não no sistema de fidelidade.

Uma ferramenta que o ajudará a criar grupos, conforme a interação deles com as suas campanhas ou compras já realizadas no e-commerce, é o segmentador. 

Com ele é possível fazer listas de contato conforme diversas interações nos envios e na loja virtual, como, por exemplo, ver quais clientes abriram todas as campanhas, tanto em desktop quanto em mobile, no último mês, mais do que 5 vezes. 

É claro, que você pode adaptar esses dados conforme a frequência de disparo e interação das suas bases.

Mas vamos a um exemplo prático: você pode verificar as aberturas de e-mail de uma campanha que enviou falando que o seu cliente foi um dos 30 clientes gold do último semestre, pois ele comprou mais do que 3 vezes, acima de 300 reais, e, por isso, ele pode participar do programa de fidelidade e ter vantagens específicas.

E aí a sua imaginação e a infinidade de segmentações é quem comanda! 

Se esse for o sistema escolhido, você pode mandar a pontuação desses clientes dentro do sistema de pontos, mostrar desde quando ele é cliente, quantas campanhas ele abriu, quantos reais ele economizou dependendo do histórico dele em compras e assim por diante.

Com o segmentador fica ainda mais fácil fazer listas segmentadas, conforme os dados que você tem na sua base e da interação dos clientes no e-commerce, (para quem possui o BTG), como, por exemplo, você pode gerar uma lista com contatos dos clientes que realizaram uma compra, podendo ser uma segmentação a partir do produto, categoria, marca ou site. Dessa forma, é possível fazer recomendações de produtos complementares.

Gostou de ver como a segmentação de base e comportamento podem impulsionar a sua estratégia de marketing para um programa de fidelidade? Então, fique ligado no nosso blog e nas redes sociais para saber mais dicas.

Além disso, confira nosso guia de e-mail marketing e o nosso guia da Black Friday!

(Visited 257 times, 1 visits today)

Sharing is caring!

Última modificação: 18 de fevereiro de 2021
Fechar