Homem e mulher preparados para aprenderem mais sobre o que é SERP

Escrito por 09:00 Marketing Digital

O que é SERP: importância em estratégias de SEO e recursos

O Google é o mecanismo de busca mais famoso do mundo: até quem não tem acesso constante à internet sabe que pode recorrer a ele quando precisa de algo. Os números não negam: segundo dados de 2019 do Internet Live Stats, o mecanismo processa, pelo menos, 3,5 milhões de pesquisas por dia, o que, em média, corresponde a 40 mil pesquisas por segundo.

Mas, de todas essas pesquisas feitas pelas pessoas, quantas avançam até a segunda página de resultados do mecanismo de busca? Você, como usuário, costuma chegar à segunda página em suas buscas?

Na verdade, grande parte dos usuários se contenta apenas com a primeira página, e é isso que vamos abordar no conteúdo de hoje: a importância de se ranquear nas primeiras posições de busca, partindo, então, para o que é SERP e a sua importância para uma boa estratégia de SEO. Vamos lá?

O que é SERP?

Visor de um desktop rodeado de ferramentas que fazem referência ao mundo digital e mostrando o que é SERP

Quando fazemos alguma pesquisa no Google, todos os resultados que aparecem na página nos revelam o que é SERP.

Se você deseja conquistar melhores resultados orgânicos, então precisa entender de uma vez por todas o que é SERP!

SERP ou Search Engine Results Page é a página de resultados de pesquisa dos mecanismos de buscas, como o Google. Ou seja, é a página de resultados que aparece quando um usuário faz uma busca por determinado termo e recebe links, descrições, textos, imagens e outros elementos que respondem a sua pesquisa.

Para ser identificada na SERP, é preciso que a página seja indexada e rastreável. Por isso, uma estratégia de SEO está sempre presente quando falamos de SERP, conforme veremos com mais detalhes ao longo deste conteúdo.

Em sua estrutura básica, a SERP traz os anúncios em destaque, os resultados por tráfego orgânico (algo como 10 links por página), além de alguns outros elementos, como snippets ou rich answers, que são aquelas caixas de informação que aparecem acima dos outros resultados e dão um retorno mais resumido sobre o termo pesquisado.

A importância da SERP para SEO

Se a sua empresa já investe em marketing de conteúdo, você já sabe como uma estratégia de SEO é fundamental para qualquer tipo de negócio, certo? Segundo pesquisa do SEO Trends 2018, 89,3% das empresas que alinham as estratégias de marketing de conteúdo com SEO se dizem mais satisfeitas com os resultados obtidos do que aquelas que não utilizam as estratégias combinadas. 

Entendendo o funcionamento da SERP e suas possibilidades, é possível criar uma estratégia de SEO mais assertiva e eficiente, afinal, estar nos primeiros resultados dos mecanismos de busca aumenta consideravelmente a chance de cliques em seu site.

Assim, é possível considerar esse ranqueamento de maneira orgânica, por meio de SEO. Segundo o imFORZA, o tráfego orgânico é responsável por 18% dos cliques no primeiro resultado da busca, o segundo lugar fica com 10%, enquanto o terceiro, com 7%.

E sabe qual a estratégia que contribui ativamente para todo esse tráfego vindo do orgânico? Isso mesmo: a SERP e seus elementos personalizados. Quer saber como? Continue acompanhando com a gente!

Principais estratégias de SEO para ranqueamento na SERP

Agora que já sabe o que é SERP, chegou o momento de melhorar a sua estratégia de SEO e otimizar a SERP. Então, anota aí:

  • Meta tags e meta descriptions: resumos do conteúdo e descrições com palavras-chave ajudam o usuário a entender se aquele resultado é relevante para a sua busca, aumentando as chances de envolvimento com o conteúdo;
  • Otimização do conteúdo: como dissemos, é fundamental alinhar suas estratégias de marketing de conteúdo e SEO. Por isso, capriche no conteúdo: fluidez do texto, distribuição de informações, organização das ideias, transcrições, transições, etc;
  • Design responsivo: trabalhamos para oferecer a melhor experiência ao usuário e isso inclui um conteúdo que se adapta e é agradável em diferentes dispositivos. Otimize suas páginas de forma responsiva e torne a leitura mais prática e confortável para o usuário;
  • Otimização do site: existem diversos plugins que te ajudam a otimizar o seu site e torná-lo mais eficiente para o usuário e para os mecanismos de busca. Avalie a velocidade de carregamento dos conteúdos, facilidade de encontrar as informações, clareza, entre outros aspectos que fazem parte do UX;
  • Link building: a estratégia vai contribuir com a sua página e torná-la mais relevante para os mecanismos de busca;
  • Otimização das URLs: códigos longos e incompreensíveis dificultam a experiência do usuário. Portanto, o ideal é otimizar suas URLs, tornando-as personalizadas e de fácil assimilação;
  • Palavras-chave: como você viu até aqui, apesar de ser a mais famosa estratégia de SEO, as palavras-chave são apenas parte do processo. Mas também são importantes e precisam ser definidas por meio de estudos e com embasamento para se apresentarem de maneira orgânica em seu conteúdo.

Principais recursos da SERP

Avatares inspecionando recursos relacionados ao mundo digital e trabalhando para otimizar o que é SERP

Assim como é importante entender o que é SERP, de uma forma macro, também é essencial saber quais são seus principais recursos.

Você já ouviu falar de ZMOT? Esse é um conceito que valoriza os micro-momentos vividos pelo usuário e tem grande importância para o Google. A sigla significa Zero Moment of Truth e leva em consideração os momentos-chave da experiência de pesquisa que são traduzidos quando o usuário faz buscas de:

  • eu quero saber;
  • eu quero ir;
  • eu quero comprar;
  • eu quero fazer.

Esses micro-momentos fazem com que a SERP seja remodelada com base nos interesses do usuário e no que é mais relevante para ele. Ou seja, esses micro-momentos contemplados no ZMOT devem ser levados em consideração na hora de estruturar sua estratégia de SEO, juntamente com os (muitos) recursos que veremos a seguir:

Anúncios do Google Adwords

Uma possibilidade para a estratégia de SEO é usá-la de forma paga. Ou seja: você pode impulsionar determinadas palavras-chave que fazem sentido para o seu negócio, a fim de se destacar frente aos concorrentes.

Naturalmente, pensando na experiência do usuário, esse link patrocinado fica sinalizado para elucidar o motivo pelo qual está no topo, assim como no exemplo a seguir:

Imagens do termo de busca mencionado

O Google Imagens, por exemplo, concentra todas as figuras visuais que têm relação com o termo de pesquisa ou que foram associadas a ele. Nesse caso, também é possível explorar esse recurso e tornar o seu produto mais atrativo, através das imagens.

Snippet de descrição

Lembra dos micro-momentos? O snippet de descrição é uma ótima maneira de mostrar ao usuário como fazer algo, trazendo uma explicação simples e eficiente.

Resultados de shopping

Expressões como “eu quero comprar” trazem esses resultados, mas não necessariamente é preciso ser tão específico. Esses resultados são provenientes do Google Shopping e trazem imagens, informações básicas e valores do produto – que, vale lembrar, aparecem na pesquisa quando é pago pela empresa.

Pesquisas relacionadas

Os resultados de pesquisas relacionadas trazem termos, palavras-chave e pesquisas similares e comuns a outros usuários que já buscaram por determinado termo, podendo auxiliar na demanda do usuário de forma literal ou complementar.

Cards e painéis de conhecimento

Essas features trazem, no resultado, imagens e conteúdos sobre a palavra-chave buscada ou termos similares. Eles podem, por exemplo, ser criados de forma colaborativa e não necessariamente disponibilizam um link para a empresa responsável pelo conteúdo.

Como fazer com que um conteúdo tenha recursos da SERP?

Seis avatares simbolizando empresários, com um, ao centro, ocupando uma posição de destaque.

Para ocupar uma posição de destaque no ranqueamento orgânico, você precisa dominar o que é SERP e otimizar seus conteúdos com boas estratégias.

Agora que já entendemos o que é SERP e sua estrutura, vamos ver como otimizá-la para sua estratégia de SEO.

Preze pelas primeiras posições da SERP

Isso pode até parecer óbvio, mas é preciso entender que a regularidade é algo importante nessa estratégia. Os primeiros links da SERP podem até trocar de posição, mas estarão sempre ali.

Raramente as páginas da SERP se modificam, isso porque os conteúdos regulares são vistos como mais relevantes, já que atraem mais consultas orgânicas e recorrentes.

Estude os concorrentes

Quem são seus concorrentes? Como eles trabalham a estratégia de palavras-chave? Aqui, é importante observar os concorrentes diretos de seu negócio e das suas palavras-chave, afinal, eles podem ser os detentores das snippets e você precisará concorrer com eles por meio de conteúdos relevantes e recorrentes.

Além disso, atente-se ao conteúdo, aos formatos que eles utilizam, como eles performam e se são, por exemplo, colocados em featured snippets. Se isso acontecer, quer dizer que o Google considera determinado formato mais relevante e eficiente para os usuários.

Atente-se à escaneabilidade do conteúdo

A clareza, apresentação e escaneabilidade do conteúdo são itens fundamentais. Garanta esses itens, organize o seu conteúdo para responder às perguntas do seu usuário de forma coerente e lembre-se de se aproveitar dos micro-momentos para estruturá-lo. Além disso, cuidado para não tornar a palavra-chave algo cansativo e repetitivo. Use-a estrategicamente!

Mas e aí, você já sabia o que é SERP? O seu negócio está pronto para colocar essas dicas em prática? Compartilhe suas impressões sobre a estratégia nos comentários e não se esqueça de que você encontra outros conteúdos sobre marketing digital e outras estratégias de SEO em nosso blog.

(Visited 79 times, 1 visits today)

Sharing is caring!

Última modificação: 14 de março de 2022
Fechar