Escrito por 10:04 Estratégias

É possível compartilhar bases respeitando as escolhas dos usuários?

No post de hoje iremos tratar de um assunto que acaba gerando algumas dúvidas, tanto de conceitos como de processos, que é a utilização de bases de parceiros para o envio de email marketing.

No post de hoje iremos tratar de um assunto que acaba gerando algumas dúvidas, tanto de conceitos como de processos, que é a utilização de bases de parceiros para o envio de email marketing.
Constantemente vemos que muitas empresas que tem algum tipo de associação, acabam compartilhando suas listas de contatos cadastrados e utilizando a permissão concedida pelos usuários para também enviar seus conteúdos, mas essa é uma prática que requer alguns cuidados especiais, pois se não for clara pode acabar trazendo muitos prejuízos.
O método mais indicado para esse tipo de compartilhamento de bases se dá através do co-registro. Mas o que é isso?
O co-registro é um processo no qual ao se cadastrar em um site, o usuário aceita receber as newsletters não só daquela empresa original do site, mas também as mensagens provenientes de seus parceiros, assim as empresas poderão compartilhar essa permissão e enviar seus conteúdos a esse usuário. Para que esse procedimento não gere dúvidas nos usuários é muito importante que essa parceria seja anunciada ao destinatário de forma clara e objetiva. Durante todo o processo, os destinatários precisam estar cientes de que ao efetuar o cadastro em um determinado site estarão aceitando receber mensagens de seus parceiros, que devem ser explicitamente citados. Outra atitude importante a se tomar, é oferecer a esse usuário a opção de rejeitar o recebimento de mensagens de empresas diferentes da qual está se cadastrando, mesmo que elas sejam suas parceiras.
Muitas vezes, por ainda ter uma cultura baseada na quantidade de disparos, algumas empresas acabam compartilhando bases para aumentar o número de contatos em suas listas e assim atingir um maior numero de usuários, mas acreditem, essa não é a melhor opção! Desta forma você estará desrespeitando a privacidade e o direito de escolha dos usuários. A troca de bases é uma atitude arriscada, que pode gerar um alto número de reclamações, já que os usuários não reconhecem o remetente das mensagens que vem recebendo e podem classificá-las como Spam.
Por isso, mesmo que o processo seja legal, é muito importante que tudo seja colocado de forma clara aos usuários. Eles precisam saber para quem estão fornecendo seus dados, além disso, as mensagens enviadas por seus parceiros precisam apresentar a origem do email, ou seja, dizer ao usuário que ele está recebendo aquela mensagem pois ao se cadastrar em determinado site, ele permitiu que o remetente em questão, também passasse a lhe enviar suas newsletters.
Adotando uma postura transparente com os usuários sua empresa só tem a ganhar. Com a criação de um relacionamento baseado em confiança, todos sairão ganhando!
Por Bárbara Gengo, Analista de Comunicação da All In Mail

(Visited 67 times, 1 visits today)

Sharing is caring!

Última modificação: 30 de outubro de 2020
Fechar