Escrito por 15:20 Estratégias

O que são e para que servem as configurações de DNS?

As configurações para autenticação de envio de e-mail marketing são premissas básicas para um trabalho focado em entregabilidade.
São essas configurações que permitem que os principais ISP’s (Hotmail, Gmail, Yahoo, etc) identifiquem que a plataforma de e-mail (ESP) está autorizada a realizar envios em nome de seus clientes. Sem estas seu envio poderá ser interpretado como SPAM ou até mesmo Phishing pelos provedores.
Configurações essenciais:
DKIM
DKIM é um sistema de autenticação que usa a tecnologia da criptografia para permitir que os provedores de e-mail (ISPs) reconheçam e legitimem o domínio remetente de um envio. Ou seja, é por meio da configuração do DKIM que os provedores conferem se “você é mesmo quem diz ser“. Por meio de duas chaves, uma pública e outra privada, o DKIM permite que o ISP confirme se a mensagem que você enviou é a mesma que ele está recebendo, garantindo que o conteúdo do e-mail não foi alterado no caminho.
SPF
SPF é um protocolo de autenticação de e-mail onde os remetentes autorizam os servidores a realizar envios em seu nome. A configuração de SPF é fundamental para garantir a segurança dos envios pois não permite que falsos remetentes se aproveitem da integridade de seu nome/domínio para enviar mensagens indesejáveis Remetentes que não possuem SPF configurado costumam ter elevados índices de mensagens bloqueadas (rejeição direta pelos provedores). Quando isso acontece, as mensagens não chegam nem mesmo na caixa de spam. Elas simplesmente não são chegam a lugar algum.
IMPORTANTE: A não configuração de SPF caracteriza o envio de SPAM, mesmo que os métodos de captação sejam comprovadamente corretos e as bases 100% opt-in.
CNAME
A configuração de CNAME é necessária para que os links presentes no HMTL das campanhas de e-mail marketing sejam encaminhados corretamente à URL de destino. Além disso, é o CNAME que garante que o ESP (plataforma de envio de e-mail) realize a “Contabilização de Aberturas e Cliques”, informações fundamentais para que você possa avaliar os resultados de seus envios e traçar estratégias focadas em interação e engajamento.
FEEDBACK LOOP
Ao realizar essa configuração, os remetentes tem acesso aos endereços dos usuários que classificaram suas mensagens como spam ou indesejáveis nos provedores de e-mail. Assim podem remover esses usuários definitivamente de suas listas(opt-out), a fim de evitar futuras denúncias.
CRIAÇÃO DE ENTRADA NS
Por que você precisa realizar o apontamento de subdomínio para o ESP para enviar suas campanhas de e-mail marketing?
As entradas NS são utilizadas para agilizar a mudança de estrutura dos remetentes ao ingressarem em uma nova plataforma de envio. Quando esse ESP trabalha com redes de IPs dedicadas, ou seja únicas para cada remetente, como é o caso da All In Mail, a plataforma precisa configurar um “Nome de Servidor“ (hostname) para cada um desses IPs. A criação de entradas NS permite que o ESP separe a quantidade ideal de IP’s, de acordo com o volume da base e a frequência de envio de cada cliente
APONTAMENTO DE SUBDOMÍNIO
O que é um subdomínio? Subdomínios são ramificações de um domínio. Supondo que o seu site tenha o endereço: http://www.seusite.com.br. Caso você não tenha realizado a criação de entradas NS, você precisará criar um subdomínio exclusivo para o envio de suas campanhas de e-mail marketing. Este precisa ser atrelado a seu domínio inicial e apontado para a All in Mail. Neste caso, por exemplo ficaria www.seusite.allinmail.com.br
No caso dos apontamentos de subdomínio, é imprescindível que o cliente notifique o ESP antes, para que o cadastro desse subdomínio sejam autorizados e os envios aconteçam normalmente.
Por Bárbara Gengo, Analista de Comunicação e Marketing da All In Mail

Sharing is caring!

(Visited 35 times, 1 visits today)
Última modificação: 30 de outubro de 2020
Fechar
shares