Escrito por 14:35 E-mail Marketing

E como fica o e-mail marketing em 2014?

Mesmo não atingindo as expectativas iniciais, de acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o e-commerce nacional fechou o ano de 2013 com faturamento de R$ 31,11 bilhões, indicando um aumento de 29%, em relação a 2012.
Ainda de acordo com a ABComm, a previsão é que em 2014 esse faturamento ultrapasse os R$ 39,5 bilhões e a copa do mundo terá um papel significativo para este aquecimento, principalmente no setor de eletrônicos, afinal, quem não quer se sentir “em campo” durante os jogos da seleção?
Para que você não perca oportunidades de vendas e aproveite ao máximo suas campanhas de e-mail marketing para engrossar o orçamento de sua loja, listamos aqui as principais tendências do mercado para 2014.
Automatização
O e-mail adquiriu caráter ainda mais estratégico nas ações de comunicação de uma marca por ser o único canal que possibilita a comunicação direta, quase que pessoal, por isso, envios automatizados, criados com base no comportamento de navegação dos usuários vem ganhando cada vez mais espaço e gerando ótimos resultados.
Ao “rastrear” os passos de seus clientes de forma integrada ao e-mail, a tecnologia do behavioral target identifica os caminhos percorridos por este usuário dentro de seu site para que você possa identificar o tipo de produto que tem a ver com o perfil dele, aumentando assim, o potencial de conversão de suas campanhas sem que as empresas precisem perder horas com essas análises.
Uma das formas mais utilizadas neste processo de automatização são os envios baseados em abandono de carrinho. Observando os resultados de grandes e-commerces nacionais, em uma pesquisa rápida na All In Mail, observamos que as taxas de abertura de e-mails enviados em casos de abandono de carrinho superam as médias de um envio tradicional (baseado em boas práticas) em até 300%.
Os motivos de abandono podem ser diversos. Dificuldade no processo, problemas técnicos no site, pesquisa de preço, entre outro, mas esta é uma análise que a loja precisará fazer mais tarde. Neste momento o importante é não perder tempo! Não dê margem para que o cliente vá procurar o que precisa na concorrência. Lembre-se que o mais importante você já tem: a informação. Aproveite este informação para enviar exatamente aquilo que ele estava procurando e aumento exponencialmente suas chances de conversão.
Comunicação one-to-one
Personalização e segmentação assertiva fazem toda a diferença. Não podemos mais pensar em e-mail marketing como ferramenta de comunicação em massa.  Com a quantidade de anúncios a que estão expostos diariamente nossos clientes, ninguém pode ser tratado como mais um no meio do bolo, por isso, as marcas precisam se destacar para conquistar a atenção e principalmente a confiança de seus clientes.
Monitorando comportamentos e segmentando suas listas de contato de acordo com as preferências dos usuários, você consegue oferecer conteúdos realmente relevantes. Quanto mais informações você tiver a respeito dos seus usuários e como melhor utilizar estas informações, melhores serão os resultados de campanhas!
No caso do e-mail marketing não basta somente analisar taxas de cliques e taxas de abertura. É preciso analisar o histórico de relação do usuário com a empresa, identificar os níveis de interação, tendências de comportamento, perfil de navegação e  todas as informações específicas que possam ajudar sua empresa a criar campanhas cada vez mais direcionadas.
HTML responsivo (mobile)
Um estudo divulgado pela Litmus no final do ano passado mostrou que as taxas de abertura de e-mail em dispositivos móveis, como smartphones e tablets, atingiu índice de 47% ou seja, quase a metade de todos os e-mails enviados, são abertos neste tipo de plataforma. Sendo assim, se você ainda não tem estratégias e peças voltadas para este segmento, está mais do que na hora de correr atrás do prejuízo.
A particularidade está no fato de não termos como saber exatamente por onde o usuário irá abrir suas campanhas, aliás, em muitos casos, ele abrirá em duas ou mais plataformas diferentes. Por isso, a melhor alternativa é partir para a criação de HTMLs Responsivos, aqueles que possuem capacidade de adaptação dinâmica, buscando a melhor resolução de acordo com o tamanho da tela do aparelho.
Adoção de Boas Práticas de Envio (Chega de Spam)
E-mail marketing é baseado em permissão, sendo o usuário o responsável por decidir o conteúdo que será enviado à sua caixa de e-mails, sendo assim, nenhuma campanha de e-mail marketing pode ser enviada a usuários que não realizaram cadastro por meio de um processo de Opt-in.
Além do opt-in, todas as mensagens enviadas em massa precisam apresentar um link de descadastro para que os usuários possam cancelar este recebimento. É o que chamamos de Opt-out.
Opt-in e opt-out são as duas premissas básicas para o envio de e-mail marketing baseado nas boas práticas, mas ainda existem uma série de outros fatores tais como relevância do conteúdo, frequência dos envios, segmentação de usuários, apresentação da empresa, entre outros que são considerados na hora de um provedor classificar sua mensagem como legítima ou como spam.
Para alcançar os resultados desejados, os remetentes precisam estar sempre atentos a sua reputação.
Por Bárbara Gengo, Analista de Comunicação da All In Mail

Sharing is caring!

(Visited 28 times, 1 visits today)
Tags:, , , Última modificação: 30 de outubro de 2020
Fechar
shares