homem olhando celular surpreso

Escrito por 16:31 Comportamento, E-mail Marketing

5 dicas infalíveis de como fazer e-mail marketing!

O e-mail marketing pode parecer um canal simples à primeira vista, mas, a previsão feita pela Radicati Email Statistics Report apontava que em 2020 chegaríamos a ter 3 milhões de usuários usando o e-mail. Por isso, é preciso pensar em formas de fazer a sua mensagem chegar do ponto A ao ponto B, principalmente, quando pensamos em campanhas no marketing digital. Para te ajudar a saber como fazer um e-mail marketing certeiro, separamos 5 dicas: 

  • Plataforma de disparo
  • Mailing e segmentações
  • IP’s e outras configurações
  • Assunto e mensagem
  • Métricas e mensuração

Você já deve ter ouvido falar nestes conceitos, mas que tal nos aprofundarmos e tirarmos maior proveito sobre o assunto? 

Vamos lá!

1. Plataforma de disparo

O primeiro passo para saber como fazer um e-mail marketing é escolher a plataforma ideal para o tipo de estratégia que deseja criar com o e-mail marketing. 

Isso porque, o disparo de e-mail marketing precisa ser estratégico, visando uma maior taxa de abertura, já que segundo o HubSpot 80,8% dos usuários abrem os e-mails no mobile. 

Separamos a seguir alguns dados que podem te ajudar a começar a traçar uma estratégia de e-mail marketing: 

  • Otimizar ao máximo o resultado das suas campanhas usando o teste ABCDE, criando até 5 opções de campanha e disparando com a melhor performance;
  • Aumente suas chances de abertura com repique automático de campanhas;
  • Analise quais foram os banners e botões mais clicados no seu HTML, através do mapa de calor e desenvolva suas campanhas de forma mais assertiva;
  • Confira como seu e-mail vai ser apresentado em outros provedores com o teste de webmail.

2. Mailing e segmentações para aumentar suas taxas de conversões

Imagem vetorizada de duas pessoas fazendo uma reunião com gráficos sobre como fazer um e-mail marketing

Veja como fazer um e-mail marketing, usando o mailing e segmentações

O coração de qualquer campanha de e-mail marketing é o mailing, isto é, um conjunto de e-mails que estão agrupados de acordo com o público de interesse. O mailing serve como uma base de dados pessoais de contatos relevantes que podem ser categorizados de acordo com os interesses comuns da sua estratégia.

Seu e-mail precisa chegar no momento certo, para o usuário certo, caso isso não aconteça, há chances de se perder relevância e engajamento com seus usuários. 

Cuide do seu mailing como um grande bem da sua empresa, construa com suas próprias mãos e busque informações sobre seus clientes.

Por isso, busque descobrir  o comportamento da sua base de clientes, segmentando por lista de contato, campanhas disparadas, todos os envios realizados em determinado período e ainda por comportamento. Com isso, é possível pensar em uma estratégia de remarketing, por exemplo.

Uma regrinha básica que funciona para e-mail marketing: menos é mais, ou seja, trabalhe ações segmentadas, com menos usuários, porém mais assertivas, e reduza a frequência de disparo para usuários menos engajados. 

Um disparo com muitos usuários e com baixo engajamento (considere como engajamento, abertura e clique), pode prejudicar sua entrega a seus usuários, devido às políticas dos provedores.

O mailing é mais precioso, por isso, não desgaste a relação com seus clientes, e o mais importante é não comprar mailings ou contratar empresas que prometam disparos a “X mil” usuários. 

3. IP’s e outras configurações

Para que o e-mail marketing “funcione”, existem órgãos e políticas que regulamentam o canal através de IP’s, validações de domínio e autenticações. Para começar não abordaremos as configurações e detalhes mais técnicos, pois as implementações variam, mas há duas duas dicas importantes:

  • Rede de IP’s compartilhada ou dedicada: resumindo, a rede de IP’s é o que permitirá identificar de onde saiu seu disparo, e ela pode ser compartilhada, isso quer dizer que ela facilita o compartilhamento para empresas que utilizam a mesma estrutura. 

Já a rede  dedicada, é aquela em que você é o dono do IP e a reputação dele depende apenas de você, seguindo as boas práticas do canal. A reputação de sua rede de IP’s e domínio estarão em todos seus disparos, portanto, analise antes de disparar aquele e-mail “base toda”.

  • Configurações e autenticações: servem para provar que é você mesmo, atuando como uma identidade virtual do seu disparador. Todas as autenticações e validações são medidas de segurança para evitar e-mails fraudulentos, elas precisam ser configuradas antes do seu primeiro disparo.

4. Assunto e mensagem

Por fim, chegamos no assunto, mensagem, arte e HTML de como fazer um e-mail marketing.

Veja nossas dicas de como melhorar esses pontos:

  • Assunto: 

Junto de outros fatores, o assunto será um dos responsáveis pela sua taxa de abertura. Pense no que engaja seu público, desperte curiosidade, provoque e abuse do preheader. Não sabe o que é? Veja no exemplo a seguir um preheader do Gmail), em que o texto em negrito é o assunto e o texto ao lado é o preheader;

Fonte: https://sendpulse.com/knowledge-base/email-service/general/how-add-email-preheader

  • Mensagem: 

aqui vale a regra “o usuário está no centro da estratégia”. O e-mail marketing é um canal muito pessoal, no qual  você chega diretamente no seu cliente e ele só deixa entrar quem ele quiser. Se você entrou, faça por merecer, ofereça relevância e agregue valor;

  • Arte: 

Encontre sua identidade visual, faça algo que represente a personalidade da sua marca e, se possível, opte por designs responsivos, ou que façam sentido tanto no desktop quanto no mobile, mas se precisar escolher um deles, dê preferência ao mobile, porque, segundo o HubSpot, 80,8% dos usuários afirmam abrir seus e-mails em mobile;

  • HTML: 

Se sua arte é enviada em uma única imagem ou até em mini blocos fatiados, o provedor pode bloquear a mensagem antes que ela chegue. No e-mail marketing, você precisa encontrar um equilíbrio entre texto e imagem , então invista em um bom programador ou web designer, para que você consiga um bom resultado, adotando as boas práticas.

Se você não tem uma área de design ou precisa agilizar esse tópico, então vale a pena conhecer o templatize da All iN, uma solução que você encontra na nossa plataforma. Ele tem um layout responsivo, com mais de 200 templates editáveis, editor de imagem, sendo possível incorporar vídeos e gifs. É livre de complicações, ou seja, você poderá criar as configurações que desejar com poucos cliques, sem precisar criar botões de CTA, porque eles já estão prontos. 

É a praticidade que você precisa! Clique aqui para conhecer essa e outras soluções All iN

5. Métricas e mensuração

Imagem vetorizada mostrando a importância da segmentação

Você sabe a importância de mensurar os resultados quando for fazer um e-mail marketing? A gente explica!

Por último, mas não menos importante, meça tudo. O e-mail marketing tem o potencial de ser o canal com o melhor retorno sobre o investimento (ROI).

Além da melhor taxa de conversão, conforme dados da Convince&Convert, consumidores que compram produtos impulsionados por e-mail marketing gastam 138% mais do que consumidores que não recebem as ofertas por este canal. 

Todos estes números não são baseados em achismo, mas, sim, em experiências práticas comprovadas com grandes e-commerces, cursos especializados, estudos de mercado e, o mais importante, muitos testes realizados.

Para que você tenha uma noção do que buscar, veja as 3 métricas do canal, das quais ficamos de olho: :

  • Taxa de abertura: 20% a 25%
  • Taxa de cliques (CTR): 3% a 5%
  • ROI: R$ 38 para cada R$ 1 investido
  • Taxa de conversão: 2,53%

Os indicadores acima servem apenas para que você tenha uma noção de mercado, pois assim como em outras mídias, eles variam de setor para setor. 

Meça e entenda suas taxas, compare entre envios, chegue até o final do funil de conversão, entenda o que levou seu cliente até lá, replique e faça tudo de novo. Lembre-se, o mercado está sempre em evolução.

Em resumo, entender como fazer um e-mail marketing pode ser um assunto que gere dúvidas no começo, porém após alguns testes e a chegada  de resultados incríveis, o trabalho fica mais fácil.

Com este artigo, você conseguirá dar os primeiros passos no e-mail marketing e já ter uma visão mais profunda sobre o assunto. Quer mais dicas de marketing digital e e-mail marketing? Então, conheça nosso blog!

Além disso, confira nosso guia de e-mail marketing!

Sharing is caring!

(Visited 34 times, 2 visits today)
Última modificação: 25 de fevereiro de 2021
Fechar
shares