Escrito por 09:00 Marketing Digital

Manipulação de dados e coleta de dados: como obter clientes?

Milhares de dados são gerados por minuto na internet. Informações de diversas pessoas e vindas das mais variadas fontes circulam no mundo online sem filtro nem pausa.

Essa geração de dados está por toda a internet e pode ser muito valiosa para quem souber usá-la. Mas, o que exatamente é a manipulação de dados? Ela é um risco ou um benefício? Como deve ser o procedimento de manipulação de dados, desde a  coleta, armazenamento e análise destas informações? 

Vamos conferir essas respostas juntos!

A manipulação de dados  e a coleta de dados

Pessoas elaborando uma estratégia de manipulação de dados.

Ainda tem dúvidas sobre a coleta e manipulação de dados? Relaxa, a All iN te salva!

A manipulação dos dados está em tudo. Nas informações que escolhemos e naquelas que são escolhidas para nós. Naquilo que dizemos e naquilo que escolhemos omitir. Ela está nos jornais, nos anúncios publicitários, na TV e na internet.

Mas ela também está numa simples conversa de bar, entre amigos. Está na escolha das palavras, no acesso à informação de qualidade e, infelizmente, à falta dela também. 

a coleta de dados é basicamente a captação de informações geradas pelos usuários na internet. Existem diversas formas de realizar essa captação – algo que vamos comentar  mais adiante. No entanto, a parte mais importante após o armazenamento é entender como será feita a análise dessas informações.

Segundo especialistas, estamos vivendo hoje a “era dos dados”, na qual todas as estratégias e ações são guiadas pela manipulação de dados. Por isso, essa coleta tornou-se tão importante para as empresas e mudou a forma como os negócios estruturam suas estratégias.

E, se milhões de dados são gerados por minuto, é preciso estar atento à chegada e impacto dessas informações na saúde da empresa. 

Surge então a necessidade de contar com um time especializado em manipulação de dados, além do apoio de uma ferramenta de inteligência para otimizar os esforços e maximizar resultados, concorda?

Mas a manipulação  de dados na internet é algo ruim?

Celular com ícones ao redor, referência as estratégias elaboradas a partir da manipulação de dados

A manipulação de dados possibilita a criação de estratégias mais eficientes para a sua empresa.

O controle e manipulação de dados na internet pode facilitar a vida dos usuários on-line.

Então ela não é necessariamente algo ruim. A manipulação de dados é o que permite o seu aplicativo de streaming de músicas favorito recomendar uma música de que você goste. É também o que garante que você vai receber uma promoção especial para aquela bota que você vem namorando no site há um tempão.

Aliado à automação, a coleta e manipulação  de dados na internet humaniza canais de comunicação, personalizando a experiência online do usuário. Ela faz com que as pessoas tenham acesso àquilo que mais gostam ou precisam, baseado nas suas necessidades e preferências individuais.

Qual a importância da manipulação de dados? Porque coletar dados?

Por que devemos inserir a manipulação de dados na nossa rotina? Porque coletar dados e analisá-los de acordo com nossa estratégia?

Estamos na era dos dados, lembra?

Essas informações são extremamente valiosas para as empresas. É através da manipulação de dados que são gerados pelos usuários que você conseguirá estruturar suas estratégias de forma assertiva e eficiente, otimizando investimentos e personalizando ações junto ao público. 

Vamos supor que, na pretensão de entender a jornada de compra dos seus usuários, sua empresa esteja acompanhando o comportamento online desses visitantes – o que consomem, que páginas visitam, com que frequência, etc.  

Para isso, você tem o site da empresa, investiu em marketing de conteúdo para as redes sociais, criou uma landing page específica para determinado assunto, com o intuito de educar o público sobre a área de atuação do seu produto. 

Com a autorização dos usuários para a coleta e manipulação de dados – via opt-in, por exemplo – e apenas estes canais citados acima, você conseguirá entender:  

  • Quais as áreas mais acessadas do seu site;
  • O que está sendo colocado no carrinho;
  • Quais produtos foram clicados, mas declinados;
  • O que os usuários procuraram no site;
  • Através de qual dispositivo os visitantes acessaram;
  • Qual a região de quem acessou;
  • Quais as publicações das redes sociais mais interessaram os usuários – e se coincidem com o conteúdo mais procurado no site;
  • O gênero de quem interage com os seus posts;
  • Os dias e horários que concentram mais pessoas nas suas redes sociais; 
  • Quem quer consumir o seu conteúdo educacional;
  • Se a sua empresa foi compartilhada ou indicada para um amigo, por exemplo;
  • Entre outras informações. 

Lembre-se que estamos falando apenas de três canais: site, redes sociais e landing page. Quando falamos de campanhas digitais e estratégias com e-mail marketing, por exemplo, as possibilidades de informações com a manipulação de dados são ainda maiores e mais variadas.

Com todas essas informações, você consegue entender o que funciona para a sua marca; otimizar o que está indo bem mas pode melhorar; atualizar o que precisa ser ajustado; e remover o que não traz retorno.

A manipulação de dados gera processo cíclico, no qual as melhorias são constantes, para aprimorar cada vez mais a experiência do usuário e oferecer o que ele procura, de acordo com o seu próprio feedback.

Como fazer coleta de dados?

Mulher confusa, pronta para entender porque realizar a coleta e manipulação de dados.

Utilize a manipulação de dados para entender seu consumidor e melhorar a jornada do usuário.

Como dissemos anteriormente, existem diversas formas de realizar a captação e manipulação de dados. As próprias ferramentas das redes sociais trazem diversas informações que podem orientar estratégias. 

O Google Analytics é outro recurso que dá insights sobre o comportamento dos visitantes no site, que também podem ser usados para desenhar ações de marketing. 

E existem ainda plataformas de inteligência especializadas, como a da All iN, que permite coletar dados e lançar campanhas automáticas personalizadas, com base no comportamento dos consumidores, mantendo o engajamento através de canais: 

  • On-site, como vitrine web e Lightbox;
  • E-mail humanizado;
  • Notificações Push ;
  • Entre outras.

É importante lembrar que você pode receber dados brutos de algumas ações. Por isso, a importância de ter uma inteligência focada em manipulação de dados para analisar esses dados e entender quais insights podem ser extraídos para ajudar no seu negócio.

Nem todos os dados são relevantes para a sua marca ou para a sua estratégia naquele momento. Então, é imprescindível ter um objetivo bem definido para conseguir compreender, a partir da manipulação de dados, o que é relevante para a empresa.

Sabendo quais são as suas possibilidades para coletar dados, você precisa entender onde investir esforços: a sua persona é mais adepta ao e-mail marketing ou as redes sociais? Ela costuma interagir com as suas landing pages e formulários? 

Tendo essas respostas você conseguirá estruturar uma jornada assertiva de manipulação de dados para coletar dados relevantes para o momento do seu negócio.

Coleta e manipulação de dados x LGPD

pessoas coletando informações sobre a manipulação de dados e a LGPD

Garanta que sua estratégia de manipulação de dados esteja de acordo com a LGPD e alcance resultados sem causar problemas a ninguém.

Coleta e manipulação de dados são importantes, mas fique de olho porque a nova LGPD já está em vigor e precisamos segui-la para trabalharmos a manipulação de dados de maneira coerente com a legislação.

Com a Lei Geral de Proteção de Dados em vigor, muitas empresas ficaram assustadas e até receosas com a coleta e manipulação de dados. Entretanto, ainda é perfeitamente normal fazer essa captação.

A diferença é que agora existem algumas regras que devem ser cumpridas para garantir a segurança da empresa e principalmente dos dados dos usuários. Por exemplo: você precisa informar os usuários sobre quais dados pretende coletar, como e quando eles serão usados, e com que finalidade. 

E se a venda ou compartilhamento de dados já era uma prática mal vista, agora está sujeita a graves penalidades. 

Ou seja, você ainda pode coletar os dados, mas para implementar essa prática precisa estar em acordo com a lei, colocando uma política de privacidade clara e acessível para os seus consumidores no site, por exemplo.

Bom, como vimos, a coleta e manipulação de dados é fundamental para entender seu público, medir resultados, otimizar estratégias e, em último grau, melhorar a experiência do seu cliente e conquistar novos, aumentando as vendas.

Você já trabalha com a manipulação de dados na sua empresa? Se ainda não, o que te impede? Conta para a gente nos comentários! E fica tranquilo que a All iN te ajuda, é só clicar no banner!

(Visited 31 times, 4 visits today)

Sharing is caring!

Tags:, Última modificação: 9 de maio de 2022
Fechar