Escrito por 09:00 Marketing Digital

Conheça o Growth Marketing e seus benefícios

Você já ouviu falar de Growth Marketing? O termo vem se popularizando nos últimos anos e ganhado espaço entre agências e times de marketing em empresas de médio e grande porte.

E sabe por que? Porque a estratégia visa um crescimento consistente e exponencial das empresas que o utilizam! Isso mesmo, ela vai além do marketing tradicional, apropria-se de metodologias do growth hacking e analisa mais do que as métricas do funil de vendas que estamos acostumados.

No growth marketing, não se vive só de awareness ou conversão. 

Quer saber como? Então vem entender melhor sobre a estratégia que vai fazer o seu negócio ir além.

O que é growth marketing?

O Growth Marketing (ou marketing de crescimento) é uma estratégia que visa o aumento exponencial e consistente de um negócio, indo além das vendas e agindo em todas as etapas do funil, inclusive – e principalmente- em recorrência e retenção.

A metodologia proposta pelo growth marketing incentiva a transformação de métodos tradicionais em estratégias altamente personalizadas, foco no cliente, metas claras e, principalmente, o alinhamento minucioso e acompanhamento constante da relação ação x resultado.

Aqui, a ideia é ir além das métricas consideradas no funil e realmente:

1 – estabelecer uma relação de confiança com o cliente e mantê-lo engajado;

2 – inovar constantemente para garantir que novos usuários cheguem ao negócio;

3 – colocar o usuário no centro da estratégia e aliar outras metodologias que contribuam para atender suas necessidades.

Aliás, falando nisso, o growth marketing até considera o funil, mas de um jeito um pouquinho diferente.

Um funil comum segue a estrutura: visitante (descoberta) > lead (atração) > oportunidade (busca por soluções) > cliente (conversão).

Já o funil do growth de marketing, que muitos chamam de “funil pirata“, tem uma estrutura diferente, focada principalmente em manter os usuários ativos e engajados. Dá uma olhada:

  • Aquisição: momento de descoberta, aquela hora onde você gera leads através de materiais ricos.
  • Ativação: nessa estrutura, o cliente já comprou o produto e é incentivado a usá-lo o quanto antes para gerar aquela “animação” de quem acabou de adquirir algo novo.
  • Retenção: hora de reter o maior número de clientes possíveis. Aqui são usadas estratégias de reativação, aquecimento de base, aumento de frequência, etc.
  • Receita: considerando toda a estrutura que já passamos, no funil pirata é preciso ir além, por isso, nessa fase, a ideia é aumentar o ticket médio, trabalhar estratégias de upsell e cross sell também são indicadas.
  • Indicação: aqui, uma boa opção é trabalhar um programa de fidelização, estimulando a indicação. Logo, o objetivo é incentivar a indicação da marca oferecendo recompensas por isso.

E aí, já tinha ouvido falar do funil pirata? O que achou? 

Consegue perceber como as versões têm objetivos diferentes? Enquanto uma foca apenas no fechamento do negócio, tornando o lead um cliente, o outro incentiva a interação do usuário durante toda a jornada, inclusive após a compra.

Compartilhe com a gente nos comentários suas percepções sobre essa opção!

Ilustração de uma pessoa atraindo clientes com um ímã

Cada fase do funil tem um papel diferente na missão de atrair o cliente.

Diferenciais da estratégia

Se você chegou até aqui, muito provavelmente deve estar pensando: mas isso não é growth hacking? E a resposta é não! O growth marketing é uma parte integrante do growth hacking, mas vai além. 

Na prática: o growth hacking é muito focado na experimentação, seja do layout, CTA, mensagem e outros aspectos com o objetivo de aumentar o ROI. Além disso, o growth hacking:

  • trabalha por resultados imediatos;
  • a tecnologia é a maior aliada, deixando as relações pessoais em segundo plano;
  • tudo é testado o tempo todo.

Se o growth marketing é diferente do growth hacking, ele se assemelha mais a uma estratégia de marketing convencional? Também não. 

Isso porque o marketing tradicional aposta em estratégias já testadas e comprovadas, veículos reconhecidos e, normalmente, com o objetivo de gerar awareness e, consequentemente, aumentar as vendas.

Ou seja, juntar essas estratégias criou uma ainda mais poderosa, o growth marketing; nela, o profissional pode testar, inovar, transformar o tradicional, personalizar o reconhecido e, acima de tudo, criar conexão com o público.

Com o que você viu até agora, consegue perceber porque um dos focos do growth marketing é o crescimento consistente? Além de oferecer uma jornada disruptiva, ele tem o cliente como foco e coloca as relações em primeiro plano, ou seja, o crescimento é quase que consequência dessas ações minuciosamente estruturadas e altamente personalizadas, né?

Como implementar?

E aí, agora que você já entendeu melhor o que é growth marketing, animado para implementar em seu negócio? Claro que você pode contar com as nossas dicas para começar essa jornada, dá uma olhada no que separamos para te ajudar:

Estude as personas da sua marca

Quem é o público da sua marca? Muito provavelmente você já tem essa informação, né? Mas você conhece detalhadamente seus gostos, interesses, dores, necessidades e hábitos de consumo? Quando falamos de estudo de persona é preciso ir além para identificar não só quem são, mas suas preferências, como se comunicam, seu nicho de público, etc.

Essas informações, além de serem fundamentais para estruturar o seu planejamento, também serão de suma importância para as demais fases que precisam ser implementadas.

A nossa dica é: seja específico, dispare pesquisas para a sua base, ofereça recompensas em trocas de perguntas mais específicas, colha feedbacks, observe as interações nas redes, quanto mais detalhado esse perfil, mais você saberá como retê-lo e fidelizá-lo.

Saiba por onde se comunicar

Parte do estudo da persona, é entender onde o seu público está e como ele se comunica. Como falamos, no marketing tradicional os canais tendem a ser os mesmos, no growth hacking, a ideia é experimentar novas opções, mas no growth marketing, é preciso chegar a um equilíbrio entre essas duas frentes; e como isso é possível?

Sabendo onde o seu público está! Quais canais eles utilizam, como eles utilizam e onde têm maior abertura para atingi-los são informações valiosas que vão contribuir com a estrutura da sua estratégia.

Ilustração de growth marketing em diversos canais

Estudar o canal ideal para sua comunicação de marca é essencial.

Vale ressaltar que o melhor canal para o seu negócio não, necessariamente, segue as tendências de consumo: o Facebook é a maior rede social do mundo, mas o seu público ainda o-utiliza? O Twitter e o TikTok são fenômenos para os jovens, mas isso é apenas uma informação de público, as especificidades da sua persona se encaixam nas da rede?

Ou seja, o melhor canal para a sua estratégia é o que o seu cliente está!

Prepare conteúdos certeiros

De novo, conhecer a sua persona vai te ajudar muito nessa fase. 

Considerando que você já sabe quem é o seu público e em quais plataformas você pode atingi-los, é hora de partir para um conteúdo efetivo e que realmente atinja a pessoa certa, na hora certa e com a mensagem certa.

Entender a fase da jornada de compra que os consumidores estão também é importante e ajuda a guiar a fase de planejamento dos conteúdos, por isso, a recomendação é ter uma estratégia completa com foco no usuário.

Considere estudar e estruturar tom de voz, CTAs que mais conversem com os seus objetivos, gatilhos mentais, arquétipos e o que mais for efetivo para tornar a sua estratégia de marketing de conteúdo ainda mais assertiva.

Invista em time especializado

Porque investir em um time especializado é uma dica para quem quer implementar o growth marketing? Porque o timing é essencial para o bom funcionamento da metodologia. 

O consumidor está em constante mudança, as estratégias e canais digitais se transformam todos os dias, por isso, é fundamental estar ligado em tudo que acontece para garantir que o seu negócio consiga acompanhar as mudanças de forma estruturada e esteja por dentro das tendências e trends do momento.

Afinal, se o seu consumidor está buscando algo ou querendo saber de algo, a sua marca pode ser a referência que ele precisa, concorda?

Além disso, um time especializado pode te ajudar a otimizar tempo para a implementação da estratégia, direcionar a análise de dados e mapear as necessidades e possíveis mudanças de rota de forma mais ágil.

Analise os resultados

Se você acompanha nosso blog, já sabe que nós não cansamos de falar: não há resultado se não há mensuração. 

Toda estratégia precisa ser medida para entender a efetividade dela e o growth marketing não é diferente. O público está se identificando com o que você tem publicado? O conteúdo está adequado, o CTA atrativo, as imagens são impactantes? 

São muitos os dados que podem ser analisados, por isso, teste até encontrar a comunicação ideal para a sua persona e mensure sem medo! 

Ilustração de pessoas analisando dados

A etapa de mensuração de resultados é super importante em toda estratégia.

Ah, vale lembrar que para analisar os resultados e, de fato, ter informações valiosas é indispensável saber o que você está medindo, qual o KPI de sucesso da sua estratégia.

Dito isso, é hora de acompanhar a estratégia constantemente para entender onde pode melhorar, o que pode reforçar e se há algo que precisa ser ajustado – não tenha medo de ajustes de rota – por vezes, eles são mais que necessários e podem salvar a sua ação.

Lembre-se, analisar o que você está colocando em prática, é a maneira mais efetiva de prever e projetar o sucesso, tanto da estratégia, quanto do negócio.

Hora de colocar em prática

Crescimento, testes, experimentação, foco no cliente e relacionamento são algumas das premissas que enriquecem o growth marketing. O que você achou da estratégia? 

O seu negócio está preparado para trabalhar nesse crescimento? Conta pra gente quais foram suas impressões sobre a metodologia. Quer saber mais sobre marketing digital, tendências e soluções que vão contribuir com o seu negócio? Estamos te esperando em nosso blog com centenas de conteúdos valiosos.

Clique e descubra uma boa estratégia para aumentar o engajamento das campanhas

(Visited 134 times, 1 visits today)

Sharing is caring!

Última modificação: 6 de fevereiro de 2023
Fechar