Construindo relacionamentos - All iN

Construindo relacionamentos

Talvez o E-mail Marketing seja o tipo de mídia com mais características de Relacionamento que existe. Afinal, ele se apresenta em um espaço extremamente pessoal, a caixa de entrada. A pergunta é: como transformar o relacionamento em conversão, sem ser chato ou parecer inconveniente?

O segredo é justamente criar estratégias de relacionamento. Essa mídia deve ser considerada como um meio de conversar com o seu cliente, por isso acompanhar o comportamento e segmentar é tão importante quando falamos de e-mail marketing.

Como em qualquer outro relacionamento, você precisa entender o momento da outra pessoa e conquistar a confiança aos poucos. Se você for muito intruso no primeiro momento, pode assustar a pessoa e afastá-la para sempre.

Separamos o processo de criar relacionamentos em 3 momentos diferentes e os associamos a momentos da vida real, para ficar mais fácil de lhe mostrar o que queremos dizer.

Almoço

É o seu primeiro mês no emprego novo, pessoas novas e você não conhece ninguém, a primeira coisa que você faz é perguntar o essencial para se comunicar, geralmente nome e um meio de entrar em contato, seja telefone, e-mail ou qualquer sistema interno de comunicação. Em um site não faça diferente, na hora de captar lead não precisa fazer muitas perguntas, seja sucinto e procure saber apenas o essencial como nome e e-mail, com pelo menos um canal de comunicação você terá a oportunidade de conhece-lo melhor aos poucos e sem ser inconveniente.

Depois que você já sabe o essencial, é hora de convidar para almoçar. Faça poucas perguntas, não seja muito invasivo, aproveite para se apresentar e mostrar o que você tem a oferecer, mas cuidado para não falar demais e ser inconveniente. Esse é o momento chave! Aqui você conquista o cliente e o direito de conhecê-lo melhor, mas muito cuidado para não ser chato. Falar demais também pode afastá-lo, seja muito cuidadoso com a frequência de envios, acompanhe o comportamento dele com as suas comunicações por meio dos relatórios e, se necessário, reveja a estratégia.

Happy Hour

Vocês já almoçaram algumas vezes e se conhecem um pouco melhor, é hora de fazer um happy hour e variar um pouco os assuntos. Saber dos gostos, preferências, fazer perguntas um pouco mais pessoais, afinal, depois de algum tempo juntos, vocês já estão mais à vontade um com o outro.

No e-mail marketing não é diferente, depois de se apresentar e fazer alguns contatos com o seu cliente, está na hora de conhece-lo melhor. Faça perguntas, acompanhe o comportamento no site e em relação às suas comunicações, ofereça benefícios e mostre como a relação de vocês pode ser vantajosa para ele.

Chame para uma festa com amigos

Pronto. Agora que vocês já se conhecem melhor e já sabem o que tem em comum, convide-o para uma festa entre amigos em sua casa. Se você sabe que ele é um amante de esportes, convide-o para assistir a um jogo, mas cuidado para não ser um jogo do time rival, lembre-se de usar as informações que ele te passou para agradá-lo e manter o relacionamento saudável.

Em uma campanha de e-mail marketing é válido usar não só as informações que o cliente te passou, use o comportamento dele no site, a taxa de abertura e cliques, acompanhe as últimas compras, entenda o momento de vida dele para montar a comunicação certa para as pessoas certas.

Hoje em dia, a concorrência é acirrada e várias empresas falam sobre o mesmo assunto ao mesmo tempo. O como você se relaciona e a confiança que conquista é que vai fazer a diferença na hora do cliente escolher ler a sua comunicação. Entenda que cada pessoa tem um tempo diferente, uns demorarão mais para converter e outros menos, o que você não pode fazer é meter os pés pelas mãos e atropelar o momento do cliente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *